Como vender no Facebook

Como vender no Facebook

No post de hoje vou falar sobre Social Commerce. E dar dicas de como vender no Facebook, sem impulsionar suas publicações.

Os anúncios, em redes como o Facebook são ótimos para atrair público para a sua loja virtual, mas não são a única forma de divulgar seus produtos.

Basicamente, Social Commerce é vender pelas redes sociais. A empresa Clube do Desconto, foi uma das primeiras a investir nessa estratégia.

Bem, na época ninguém acreditava que poderia dar certo, pois “gostar de uma empresa no Facebook”, não queria necessariamente dizer “comprar nela”.

Mesmo assim, o Clube do Desconto aproveitou o grande número de usuários do Facebook para divulgar seus produtos. E não é que deu certo?!

A partir disso o Social Commerce ganhou popularidade. Hoje qualquer e-Commerce pode vender pela internet.

O conceito surgiu, em 2010 e em seu primeiro ano movimentou 5 bilhões de dólares, segundo pesquisa da Booz & Company.

Hoje é normal que empresas tenham uma Fan Page. Caso não tenha uma, sua empresa pode estar perdendo grandes oportunidades.

Ainda não acredita no poder que uma rede social pode oferecer ao seu e-Commerce? Confira os seguintes dados e vamos ver se consigo mudar sua opinião:

81% dos adolescentes buscam informações sobre novas tendências com amigos e colegas e 45% deles querem a opinião de amigos antes de comprar roupas e calçados, disse Jai Rawat, CEO na ShopSocially.

Esses dados mostram como sua empresa pode ficar conhecida rapidamente. Se você conseguir influenciar um cliente a curtir sua Fan Page, sua família e amigos poderão ver a publicação e também se interessar pela sua loja.

Agora que você já conhece as vantagens do Social Commerce, vou listar algumas dicas bem importantes para colocar essa estratégia em prática.

Dicas para vender no Facebook

O Social Commerce é voltado para conversão, pois age diretamente no relacionamento entre cliente e empresa.

Não há uma receita de bolo com uma maneira certa para vender no Facebook, porque isso varia de negócio para negócio.

Mas, as dicas a seguir, funcionaram para a maioria dos e-Commerces. Então leia com atenção, use e adapte tudo da melhor forma para o seu modelo de negócio!

  • Analise seus clientes

Quanto mais dados sobre seus clientes, mais fácil será descobrir o seu “consumidor ideal”. Lembre-se: consumidor ≠ público-alvo.

Público-alvo é para quem você direciona a venda de seus produtos. Consumidor é quem realmente compra.

Descubra o máximo de informações sobre ele, por exemplo:

  • Como ele chegou até a loja?
  • Quais produtos ele comprou?
  • Os passos que seguiu para realizar a compra?
  • Se ela foi feita em uma data sazonal?
  • Quais são seus hábitos e interesses?

Enfim essas e outras perguntas são fundamentais para saber onde investir, quais conteúdos produzir e quais produtos anunciar para atrair mais clientes.

  • Tenha um Blog em seu site

Se você está começando agora, um blog em seu site vai ser fundamental nesse processo. Recomendo que você produza diversas postagens e publicações extras.

A intensão é que você tenha uma “folga” para programar e produzir mais conteúdo. Quando você já tiver uma boa quantidade de material preparado, vá postando periodicamente, de modo que você consiga manter esse fluxo de postagem no futuro.

Por exemplo: em uma semana você fez cinco publicações para o Facebook e cinco posts para o seu blog. Quando publicar o primeiro material na rede social, já comece a pensar em outro assunto para produzir.

Dessa forma, caso aconteça algum imprevisto, você estará preparado. Essa regularidade, mesmo que no inicio pareça maçante, é importante para construir a notoriedade da sua empresa na internet.

Aproveite ainda o cronograma para planejar conteúdo de qualidade. Foque na sua persona e produza materiais que vão ser úteis para seus clientes.

Veja também formas criativas de divulgar os seus conteúdos nas redes sociais. Crie posts com assuntos e formatos variados e vá monitorando até descobrir qual é o favorito do seu público-alvo.

Seguindo essas dicas, há uma grande chance de aumentar o tráfego em seu blog, aproveite isso para criar iscas de e-mail nele e começar a captar mais leads para sua lista.

  • Controle seus resultados

Vai testar uma nova linguagem com o público? Mudar o tipo de postagem? Os horários ou a frequência? Registre tudo antes e depois das alterações.

Assim você terá certeza se houve aprovação do público.

Você tem à sua disposição diversas ferramentas pagas e gratuitas para fazer esse tipo de análise. A Rock Content, empresa de Marketing de Conteúdo, produziu um post em que apresenta 47 ferramentas de monitoramento. Vale a pena conferir!

  • Use o LikeStore para vender no Facebook

Sua loja virtual pode ter um grande número de acessos, mas ao disponibilizar seus produtos no Facebook vai permitir que as informações cheguem ao consumidor quase que imediatamente.

Afinal de contas, público ativo no Facebook não falta. Segundo dados do Folha de São Paulo, a população brasileira passa em média 6% do seu dia no Facebook, cerca de 55 minutos.

Isso é mais tempo do que dedicam à leitura (19 minutos), aos exercícios (17 minutos) e é quase o mesmo tempo usado para comer e beber (1,07 hora).

Talvez você já tenha ouvido falar do aplicativo LikeStore do Facebook. Ele permite que você crie sua loja virtual dentro da própria rede.

Esta é uma opção bastante viável em termos financeiros, é simples e poderá ajudá-lo a ter uma visão geral do número de vendas.

Sua versão gratuita pode ser muito eficiente, apesar de não permitir aplicação de descontos e de não ser responsiva.

O plano completo não passa dos R$200,00 e possui suporte dedicado, integração com e-Commerce, descontos, é responsivo e tem painel administrativo avançado.

É claro que essa ferramenta não substitui a divulgação dos produtos.

Se você se interessou por esse recurso, aprenda a usar e configurar clicando aqui. Confira também os planos da LikeStore.

  • Frete grátis

As pessoas gostam de se sentir especiais. Gostam mais ainda de promoções exclusivas. O Frete Grátis é um argumento muito forte para o cliente, Mas que pode ter um alto custo para o lojista.

Quando você restringe esse tipo de promoção para os seus seguidores no Facebook mostra que se preocupa com eles e valoriza suas curtidas e compartilhamentos. Eles se sentirão recompensados por curtir sua página.

Quer segmentar ainda mais a promoção? Ofereça frete grátis para determinada região ou a partir de determinado valor.

Bem, essas foram algumas dicas que podem ser úteis para começar a vender no Facebook. As vantagens de vender pela rede são muitas, mas tenha o cuidado de concentrar suas vendas em uma loja virtual.

A rede social deve ser um complemento, uma forma de alavancar suas vendas. Além disso, você mesmo pode listas algumas redes que usava alguns anos atrás e que agora perdeu o interesse ou já não existem mais.

Se você gostou deste conteúdo, peço que ajude mais pessoas a saber os benefícios de vender no Facebook, compartilhando esse artigo com seus amigos.

Quer mais dicas que vão te ajudar no sucesso de seu e-Commerce? Acesse a categoria e-Commerce do Blog.

Caso tenha alguma dúvida sobre o assunto, por favor deixe seu comentário que terei o prazer de conversar com você a respeito.

Um grande abraço e até a próxima!

Como aumentar as suas chances de venda em 64% usando vídeos na página de produto
A seguir:

Como aumentar as suas chances de venda em 64% usando vídeos na página de produto

Como aumentar as suas chances de venda em 64% usando vídeos na página de produto