HTTP2 seja bem vindo e adeus SPDY

HTTP2 seja bem vindo e adeus SPDY

Adeus SPDY e seja bem vindo HTTP2

Recentemente no dia 09/02/2015 o time do Google no Blog do Chrome anunciou que irá apoiar o HTTP/2 e não mais o seu protocolo SPDY para as versões do Chrome apartir da versão 40, seu suporte ao SPDY encerrará no ano de 2016 conforme informações repassadas pelo time do Chrome.

A maioria dos sites de todo o mundo estão usando a versão 1.1 do HTTP, padronizada em 2009, e agora o HTTP/2 também está a caminho da normalização (RFC), o HTTP/2 centra-se na melhoria do nível de desempenho em relação ao HTTP/1 protocolo muito antigo que vem sendo utilizado nos dias de hoje, em 1999 os sites eram totalmente estáticos, totalmente diferente dos dias de hoje que os sites estão cada vez mais sincronizados forçando uma maior quantidade de conexões simultâneas para abrir determinado site. Algumas das principais caraterísticas do HTTP/2 será a sua multiplexação, compressão dos cabeçalhos, priorização e protocolo de negociação, o Google já pediu aos desenvolvedores de aplicações para se adaptarem ao HTTP/2.

E-BOOK

Guia Prático Certificado SSL

Reunimos nesse material o melhor conteúdo sobre Certificado SSL da web

Objetivos

  • Mecanismos de negociação que permitem que clientes e servidores para optar pelo uso de HTTP 1.1, 2.0 ou outros protocolos não HTTP;
  • Manter a compatibilidade de alto nível com HTTP 1.1 ( Métodos, códigos de status, URIs e a maioria dos campos de cabeçalhos);
  • Diminuir a latência para melhorar a velocidade de carregamento das páginas em navegadores considenrando:
    • A compressão de dados e cabeçalhos HTTP;
    • Tecnologias de servidor  “PUSH”;
    • Resolver o problema de bloqueio de cabeçalhos no HTTP 1;
    • O carregamento dos elementos das páginas ao longo de somente uma única conexão TCP;
    • Suportar casos comuns existentes no HTTP, como navegadores de desktops, navegadores de celulares, APIs de Web, servidores web distribuídos, servidores proxy e proxys reversos como também firewalls e redes de distribuição de tráfego (CDNs).

O HTTP é uma das forças de alimentação da internet de hoje, no entanto o HTTP pouco mudou em mais de uma década (1999), e carrega consigo muitas limitações que prejudicam a nossa experiência do usuário todos os dias, o SPDY e posteriormente o HTTP/2 pretendem abortar estas limitações e oferecer uma maneira nova e melhorada para acessar o conteúdo na Web. Abaixo um vídeo desenvolvido pela akamai demonstrando as novas técnicas e também as suas limitações e status.

Links importantes:

A SECNET preza pela qualidade dos serviços prestados e principalmente por estar sempre atualizada no que se diz respeito a segurança e otimização de hospedagens de e-commerces.

Se você gostou deste conteúdo, peço que ajude mais pessoas a descobrirem o HTTP/2, compartilhando este artigo com seus amigos.

Caso tenha alguma dúvida sobre o assunto, por favor deixe seu comentário que terei o prazer de conversar com você a respeito.

Plataformas de E-commerce - Ranking no Brasil - SECNET
A seguir:

Plataformas de E-commerce - Ranking no Brasil

Plataformas de E-commerce - Ranking no Brasil