Antivírus corporativo e LGPD: Como a ferramenta ajuda a adequar sua empresa

Antivírus corporativo e LGPD: Como a ferramenta ajuda a adequar sua empresa

A Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD) entra em vigor em agosto de 2020 no Brasil, isso terá impacto em todos os setores de negócios.

A LGPD destaca a necessidade de proteger as informações pessoais e a criação de protocolos e políticas fortes, incluindo proteção da rede por meio de firewalls, manutenção e atualização do software de antivírus.

As empresas precisarão examinar seus processos para que não sejam surpreendidas pelos regulamentos futuros, independentemente de onde estejam.

E para ajudar a sua empresa a estar em conformidade com a lei de proteção de dados, destacamos a seguir os principais pontos chaves da LGPD.

O que é a LGPD?

A Lei 13.709/2018 conhecida como Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais – LGPD foi criada pela legislação brasileira, com o intuito de regulamentar a forma em que as empresas deverão realizar o tratamento dos dados dos brasileiros.

A LGPD estabelece parâmetros de como os dados pessoais devem ser coletados, armazenados, processados, destruídos e compartilhados quando estiver em conformidade.

Inspirada na regulamentação da União Europeia a GDPR – norma que assegura aos usuários maior controle dos dados pessoais em países europeus.

A lei estabelece que todos os dados pessoais de natureza identificada ou identificável, só podem ser coletados mediante o consentimento do usuário. Além de determinar que o tratamento dos dados deve seguir os 10 princípios de privacidade descritos na lei.

O regulamento deixa claro que a lei será aplicada às empresas com sedes estrangeiras, desde que, os dados sejam tratados em território nacional.

As empresas precisarão garantir a segurança dos dados pessoais tratados, sendo que, em casos de incidentes de segurança das informações, dependendo do incidente, o titular dos dados deverá ser comunicado.

A importância da proteção de dados em endpoints

As empresas deverão encontrar formas seguras de proteger os dados dos usuários. Porém, com o aumento dos ataques cibernéticos é necessária uma solução mais efetiva e segura no combate aos crimes cibernéticos.

E por isso, cada vez mais empresas estão aderindo à tecnologia de segurança presente nos antivírus corporativo para protegerem seus endpoints.

O termo endpoint, traduzindo literalmente, significa “ponto de extremidade”. Este é o termo designado a dispositivos que estejam conectados a uma rede interna ou externa, podendo ser computadores, smartphones, tablets ou qualquer dispositivo.

As soluções que complementam a segurança dos endpoints ajudam a detectar, prever e responder a ataques, malwares e outros programas maliciosos que tentam invadir a rede. Também age em conjunto com o firewall o que proporciona o monitoramento em tempo real.

Papel do antivírus corporativo na implementação da LGPD

A LGPD, apesar de não deixar claro a implementação de soluções de segurança, destaca a importância do tratamento e da proteção dos dados pessoais armazenados pelas empresas.

Além do mais, os crimes cibernéticos podem ocasionar riscos operacionais, de perda financeira e de imagem.

Então, possuir um software de antivírus confiável e de alta qualidade é uma solução que pode ajudar pequenas e grandes empresas a permanecerem seguras.

Os antivírus corporativo são ideais para empresas por contar com tecnologia que detecta, impede e remova programas maliciosos, protegendo laptops, desktops, servidores e dispositivos móveis contra ameaças.

Inclusive, os antivírus corporativos contam com diversas soluções que aumentam a segurança dos dados armazenados, dentre essas soluções podemos citar:

Controle de acesso de endpoints e usuários: O acesso pode ser configurado para garantir que cada usuário tenha acesso somente às ferramentas e aos dados que precisa.

Controle de portas de dispositivos: Caso um dispositivo bloqueado por regra seja inserido, uma janela de notificação será exibida e o acesso ao dispositivo não será concedido.

Permissões de acessos à arquivos:  Permite que os usuários (ou grupos de usuários) tenham acesso a arquivos de acordo com as regras estabelecidas.

Proteção antiphishing: Notificações instantâneas sobre as ameaças, relatórios detalhados e acesso a um portal intuitivo para monitoramento das atividades.

Criptografia de dados: Criptografar arquivos e pastas armazenados em unidades locais e removíveis, minimiza o risco de vazamento de informações através de usuários ou aplicativos não autorizados.

O investimento em segurança sempre é recomendado para evitar diversos problemas futuros.  E para ajudá-lo a proteger sua empresa, fizemos uma lista dos melhores antivírus a nível corporativo, confira a seguir.

Bitdefender GravityZone Elite Security

O Bitdefender GravityZone Elite Security protege empresas contra diversas ameaças cibernéticas. Possui uma excelente detecção de ameaças até mesmo desconhecidas, é de fácil personalização e protege contra anti-ransomware.

O Bitdefender inclui suporte total para todas as plataformas móveis, mas também antivírus, antimalware, firewall, controle de conteúdo, controle de dispositivos.

Recursos extras do Bitdefender incluem:

  • Detecção e prevenção de ameaças sofisticadas;
  • Proteção de máquinas físicas e virtuais;
  • Controle de usuários de aplicativos e da web;
  • Otimização do sistema.

Um antivírus corporativo completo para proteção geral de dispositivos, sendo um dos mais intuitivos do mercado. O gerenciamento do software pode ser feito em uma tela – sem menus complicados.

Kaspersky Endpoint Security for Business Total

O Kaspersky é um dos mais antigos softwares de antivírus disponíveis. Foi desenvolvido inicialmente para empresas que queriam proteger seus dados, especialmente os computadores que estavam conectados à internet.

O software garante a proteção de computadores e dispositivos móveis, possui um controle rigoroso de softwares e navegadores, além de um firewall sólido que bloqueia o acesso não autorizado aos arquivos.

O Kaspersky protege de ataques cibernéticos altamente sofisticados através de ferramentas de segurança de endpoints.

Recursos de segurança do antivírus incluem:

  • Tecnologia anti-rootkit;
  • Proteção contra roubo de identidades;
  • Reversão de alterações feitas por softwares maliciosos;
  • Autodefesa contra ataques de malware.

O Kaspersky pode possuir vários níveis de acesso, o proprietário pode especificar quais ferramentas e arquivos cada usuário pode acessar.

Um antivírus corporativo que não precisa de muito conhecimento técnico para usar as funções essenciais – possui também uma navegação intuitiva.

Conclusão

A Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais mudará fundamentalmente a maneira como as empresas gerenciam e protegem os dados pessoais. E com multas por violações de 2% do faturamento total da empresa ou grupo, que podem atingir o teto de R$ 50 milhões.

É essencial que sua organização se adapte às regras da LGPD o mais rápido possível. Use as informações acima para garantir que sua empresa tenha as pessoas, a tecnologia e os processos em funcionamento.

Agora, se sua empresa precisa da proteção adicional, conheça as soluções de antivírus corporativo que a SECNET tem a oferecer para sua empresa.

A SECNET não está só preocupada com os sites hospedados e gerenciados, mas com a satisfação e segurança dos seus clientes.

Como emitir Certificado SSL WildCard na SECNET
A seguir:

Como emitir Certificado SSL/TLS WildCard na SECNET

Como emitir Certificado SSL/TLS WildCard na SECNET